Quinta-feira, 8 de Outubro de 2009

Rui, mas o Sá

 

 

Embora não vote no Porto e sim em Gondomar não deixo de seguir com especial atenção tudo o que com esse concelho se relaciona, talvez por me sentir mais portuense que gondomarense dados os anos em que ali vivi e o meu dia-a-dia que mais se relaciona com aquela cidade.

Não podia pois estar mais de acordo com a opinião de Tiago Azevedo Fernandes hoje publicada no JN e que convosco partilho:

"O Porto é um falso mistério. A crise tem razões e culpados: decisores portuenses com grandes qualidades pessoais mas, enquanto no poder, incapazes de planear o futuro sem a

muleta do Estado; empresários cuja medida de sucesso é o quão baixo conseguem pagar em vez do valor que acrescentam; uma geração avarenta na gestão dos bens e medrosa nas relações sociais. Fechamo-nos sobre nós próprios, pensamos cada vez mais pequenino. E desgraçamo-nos.

A cidade não deve, repetindo o erro, empurrar a sua esperança para o próximo presidente da Câmara. Mas a Autarquia, mesmo com meios limitados, pode tratar do ordenamento do território em coordenação com os concelhos vizinhos (com os quais deveria preparar a fusão), administrar o seu património imobiliário e cultural, reunir esforços privados em actividades que beneficiem o Porto.

Rui Rio, em quem votei no primeiro mandato, teve oito anos para perceber isto. Só em parte o conseguiu. Com uma acção por vezes meritória, estragou-a ao deixar de assimilar os sinais negativos que resultavam das suas falhas, o que o impediu de as corrigir. O corte sob fraco pretexto do magro subsídio aos cantoneiros, violando o compromisso da Câmara, foi a gota de água: assim não serve. Ao esconder o contrato do Aleixo e outros documentos supostamente públicos, lá se foi a transparência...

Elisa Ferreira era uma esperança, mas manteve um discurso agressivo que divide a cidade entre pró-Rio e contra-Rio. Não é por aí. Faltou-lhe também uma "política de verdade" que a demarcasse do PS anterior. O seu trabalho de federação das elites tem valor e deve, em qualquer caso, ser aproveitado.

Vou repetir o voto em Rui Sá, mesmo não concordando com todas as suas propostas - trabalhador, disponível para procurar soluções sensatas com outros partidos, o menos demagógico dos candidatos, o que melhor conhece o Porto. Em resumo, é tempo de mudar para alguém que perceba que esta citação é humorística: "There's really no point in listening to other people. They're either going to be agreeing with you or saying stupid stuff" - "Dilbert", Scott Adams."

Não posso também deixar passar em claro esta afirmação de Elisa Ferreira: "Rui Rio tem o apoio de 6 milhões de benfiquistas". A cada dia que passa Elisa enterra-se num lodaçal que ele própria criou. Não sou benfiquista, não apoio Rui Rio mas também não vou à bola com Elisa Ferreira.

publicado por salvoconduto às 20:28
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De patti a 9 de Outubro de 2009 às 00:25
Um dos grandes males da cidade do Porto, é uns e outros trazerem sempre a porcaria do futebol para a mesa de trabalho.
Sinceramente, é de uma boçalidade enorme.
De Bluevelvet a 9 de Outubro de 2009 às 02:57
Ainda bem que não voto no Porto.
Aquela que de que aí "dão as tripas de borla" deixou-me enjoada para o resto da noite.
Abreijinhos
De tapadas a 9 de Outubro de 2009 às 08:11
Um dizia, com graça, que Rio só conhecia o Douro!
Eu digo que aprecio um outro Rui o Reininho, mas quanto a votar, não tenho dúvidas é no RUI SÁ!
De Lúcia a 9 de Outubro de 2009 às 13:33
SE há Homem que tem gerado consenso, da esquerda à direita, sobre o seu trabalho, é o Rui Sá.
Pena não haver uam estratégia consertada e ter uma candidatura cpom mais forças políticas a apoiar. É que ganhava a cidade, sem dúvida.
Mas isto das partidarites...
Beijos
De justine a 9 de Outubro de 2009 às 17:30
Quando vão as pessoas perceber que há de facto alternativas às políticas desastrosas da maioria das autarquias deste país???
De violeta a 9 de Outubro de 2009 às 19:30
São os dilemas dos cidadãos conscientes...
bjs
De Cris Caetano a 11 de Outubro de 2009 às 03:05
Não dá pra misturar política com futebol... e concordo com a Patti.

Abreijos

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds