Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

Muro? Qual muro?

 

 

Pois claro, ele há muros e muros. Precisamente quando se completam 20 anos desde a queda do de Berlim erigem-se muros que não são muros, porque só são muros se "eles" os considerarem como tal. Topam este arrazoado?

Não? Então ficam a saber que acabou de ser construído um que se destina "apenas" a isolar a comunidade cigana de Ostrovany, Eslováquia, do resto da cidade.

"Não sou racista", pelo menos assim o assegurou Cyril Revakl, alcaide da localidade. "Sei que há muita gente decente vivendo entre os nossos ciganos. Mas, por outra parte, não desejo a ninguém ter que se cruzar com eles diariamente, como a gente que vive perto do acampamento ". Ora nem mais!
Tudo isto partiu de umas queixas de roubo de fruta em alguns jardins privados na proximidade e para grandes "males" grandes "remédios".

Agora os ciganos vivem como num jardim zoológico cercados por um muro que não é muro...

publicado por salvoconduto às 00:22
link do post | comentar | favorito
19 comentários:
De Mouta a 4 de Novembro de 2009 às 02:53
Põe-te a pau que ainda controem um muro em frente à tua casa.
De Cris Caetano a 4 de Novembro de 2009 às 14:41
E isso não é racismo? Ok, aprendi errado então...

Abreijos
De hb a 4 de Novembro de 2009 às 09:26
E o da Cisjordânia..
De fernando samuel a 4 de Novembro de 2009 às 09:42
Quer dizer: há muros que são muros mas não são muros; e há muros que não são muros mas são muros...

Um abraço.
De Pedro Oliveira a 4 de Novembro de 2009 às 10:53
Piores são as mentalidades "muro", isso é que é do catano e não se derrubam com buldozeres.
De justine a 4 de Novembro de 2009 às 12:16
Quantos séculos vai ser necessário esperar para que o homem deixe de ser o lobo do homem??
De amigona a 4 de Novembro de 2009 às 12:20
Pois tal e qual!!! Há uns muros que são mais muros que outros!!! será que não podias mandar a notícia para as televisões? Quem sabe, talbez dissessem alguma coisa - sim eu sei, sou muito ingénua! Abraço...
De Clarice a 4 de Novembro de 2009 às 12:39
Pois... chamam ao tubarão de cação para poderem matá-lo; chamam ao bandido de menor de idade para que o usem em crimes impunes. Agora o muro não é muro. É só um cercadinho.

Carrego no meu sangue um sobrenome(Romani) que na língua dos ciganos significa exatamente isso: cigano. Coisas do tempo em que parte da Áustria virou Itália.
Muito triste saber que povos com culturas e tradições tão misteriosas(talvez por isto) e tão ricas, recebam esse tratamento tao preconceituoso.

Esse senhor que fez essa declaração idiota deveria morar uns tempos no Brasil, onde raças, credos, culturas, costumes se misturam numa mesma rua, num mesmo bairro e tudo vira samba, riso, amizade, casamento, mesmo com um travo de preconceito mal apagado que surja de vez em quando.
Abraço.
De rff a 4 de Novembro de 2009 às 14:18
Por roubar fruta em jardins privados. Bem, se isto pega...
E isto na Eslováquia, antiga Checoslováquia, imagine-se!...
De Si a 4 de Novembro de 2009 às 14:19
Discordo completamente deste muro, mas também não concordo, que, na maioria das vezes, a comunidade cigana seja apenas uma vítima de racismo.
A sua própria cultura resiste, pela firmeza das suas tradições e oclusão ao exterior. Os costumes ciganos são os mesmos em Portugal, Espanha, Roménia ou Eslováquia, o que implica que a maleabilidade à sociedade dos países onde habitam seja quase nula.
Também não ofenderei ninguém concerteza, se afirmar que à mulher cigana está reservado um papel secundário e que a integração das crianças nas escolas é extremamente difícil.
Por outro lado, é também reconhecida socialmente a venda ambulante como quase unica actividade económica exercida pela comunidade, sendo que a 2ª mais importante é o recurso à mendicidade.
Os muros de tijolo são sempre reprováveis, mas há muros que são intransponíveis e nem sempre são os outros que os erguem.
De Lúcia a 5 de Novembro de 2009 às 10:28
Si:
Em parte, concordo: os ciganos têm resistido à integração numa sociedade, ao memso tempo que beneficiam do que esta tem para lhes dar.
Mas quer no que diz, quer no texto do post, o que sobressai é a dificuldade de interacção entre culturas. No caso, a parte mais forte tomou uma decisão. Mas não resolve nada: os ciganos estão lá, atrás do muro ou não, mas estão. E colocá-los dentro de um muro só vai criar podridão. É uma forma de subjugação. Não só não resolve, como vai aumentar odiosos. Como se tem visto pela História em outros casos.
De Si a 5 de Novembro de 2009 às 10:51
Lúcia, estamos de acordo, tal como eu disse, o muro é reprovável. Não resolve nada e provavelmente irá aumentar a tensão existente, com a agravante de que qualquer ebulição fará de uns os carrascos e de outros os mártires.
Mas o que eu quis salientar também, é que qualquer iniciativa (e já nem falo de muro nenhum) tem sempre dois pontos de vista e tomando como exemplo o que acontece em Portugal, se a polícia age sobre bairros problemáticos é porque exerce prepotência, se não faz nada é porque não há rei nem roque.
No fundo, o que acaba por acontecer é que a aplicação da lei geral se torna muito difícil quando outras leis se impõem de permeio, não é?
De Lúcia a 5 de Novembro de 2009 às 12:09
É. É isso, Si. E o ajuste social dessas 'leis de permeio' é complicado. Mas usar a força é, além de tudo o mais que se possa dizer, pouco ou nada inteligente. Entendi (mal pelos vistos), pelo seu comentário anterior que, embora discordando do muro, achava que era um mal menor.
De Si a 5 de Novembro de 2009 às 12:31
Não se preocupe, Lúcia, provavelmente também não me expressei bem.
O 'muro' de que eu falava é precisamente aquele que, pela sua resistência à integração, a comunidade cigana também constroi à sua volta. É o tal que eu considero intransponível e que não é erguido por outros, mas por eles próprios.

Quanto ao uso da violência, bem.... isso aí dava um tratado!! ;)
De Anónimo a 4 de Novembro de 2009 às 19:50
Como costume, belo texto, bela imagem!

Não se pode construir cá um muro que separe gente honesta dos figurões corruptos?

Um abracinho

Lagartinha de Alhos Vedros

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds