Quinta-feira, 12 de Novembro de 2009

Uma questão de tomates?

 

Depois do que se tem passado por cá entre o Supremo Tribunal de Justiça e a Procuradoria-geral da República em torno do processo "Face Oculta", devo reconhecer que em Itália os seus congéneres "os" têm mais no sítio...

Em terra da Camorra acusar e mandar prender um membro do governo de Silvio Berlusconi por ligações com aquela é realmente uma questão de tomates e de coerência com a profissão.

Chego a interrogar-me se o raio daquela directiva europeia que limitou no nosso país a produção de tomates não terá sido executada com tal excesso de zelo que meteu no mesmo saco os tomates com pêlo e os pelados.

Mas o que aconteceu realmente em Itália? Um destacado membro do governo de Berlusconi, o Secretário de Estado da Economia, Nicola Cosentino, pactuou durante anos com os Casalesi, um dos clãs da Camorra napolitana mais mais perigosos, e também dos mais conhecidos. É disso que o acusa o Procurador Nápoles Raffaele Piccirillo, que acaba de pedir a prisão de Cosentino por associação mafiosa.

Este destacado membro do governo é, para além disso o homem forte do partido de Berlusconi, o Povo da Liberdade, na região de Campânia, onde é coordenador regional. Contribuía desde os anos noventa para reforçar as actividades dos clãs camorristas Bidognetti e Schiavone, dos quais em troca recebia "apoio eleitoral".

Por cá os figurões dos crimes de colarinho branco, da corrupção, estão perfeitamente blindados por legislação feita à medida dos seus interesses, enquanto aqueles que roubaram para comer apodrecem nas prisões, ou será uma questão de "tomates"?

publicado por salvoconduto às 00:01
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De maria a 12 de Novembro de 2009 às 00:34
É a primeira parte do teu último parágrafo... já que a produção de tomates está em queda...
:)

Abreijo
De Pedro Oliveira a 12 de Novembro de 2009 às 08:53
Só transpomos,directivas, as que são para lixar o zé mexilhão.
De justine a 12 de Novembro de 2009 às 11:29
É uma questão de opção de classe! A nosssa justiça(e as nossas leis) está ao serviço dos poderosos, e portanto...
De Ana Camarra a 12 de Novembro de 2009 às 12:23
Os nossos são muito competentes....
De Lúcia a 12 de Novembro de 2009 às 22:22
É uma questão de pouca vergonha. E de aceitação, plácida, da sociedade.

Beijos

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds