Sexta-feira, 30 de Julho de 2010

Penoso mas necessário

 

 

 

Em menos de três anos, um grupo de técnicos forenses argentinos foi capaz de identificar os restos mortais de 120 pessoas que tinham desaparecido durante a última ditadura (1976-1983) naquele país. Esta equipa Argentina de Antropologia Forense, organização não governamen-tal, tem trabalhado desde 1984 em 38 países para recuperar a identidade daqueles que morreram ou desapareceram nos processos de violência política.

A identificação destas 120 pessoas só pôde ser feita graças à "Iniciativa Latino-americana para a Identificação de Pessoas Desaparecidas", uma campanha massiva de recolha de sangue que começou em 2007 com o apoio do governo.

A Argentina conta com 73 hospitais em todo o país para que os familiares de pessoas desaparecidas possam dar amostras de sangue e através delas poder identificar-se os restos mortais que venham a ser encon-trados.

A equipa de técnicos está agora a investigar outros 750 restos de esqueletos. É através da comparação da análise dos restos mortais com as constantes da base de dados genética que esperam vir a identificar as vítimas e dar-lhes finalmente sepultura.

Se nos lembrarmos que na Argentina o número de "desaparecidos" ascende a 8.000 e os de mortos a 30.000 parece extremamente pouco, mas é deveras marcante, principalmente para quem não desiste de os encontrar.

Simultaneamente alguns dos responsáveis pelas mortes e desapareci-mentos continuam a ser julgados naquele país. Sem isso será impossível encerrar esse capítulo negro da História da Humanidade, se é que alguma vez poderá ser encerrado...

publicado por salvoconduto às 00:01
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De als a 30 de Julho de 2010 às 03:14
Muitos jamais serão encontrados ou identificados, os seus corpos foram lançados de avião no mar.
De Samuel a 30 de Julho de 2010 às 12:50
Até ao limite do possível... que não lhes doas as mãos!
De justine a 30 de Julho de 2010 às 18:03
A Argentina está a dar uma lição de humanismo ao mundo!
De jrd a 31 de Julho de 2010 às 20:46
Notável, o esforço que se tem feito na Argentina, para revelar a dolorosa verdade dos tempos da ignomínia fascista.
De São Banza a 1 de Agosto de 2010 às 19:03
Para quando , a mesma coisa em Espanha?

Também me agradou a votação catalã contra as touradas.

Um abraço.
De carlosbarbosaoli a 1 de Agosto de 2010 às 23:35
espero que não se encerre. Isso fizemos nós em portugal em relação ao Estado Novo e deu como resultado o aparecimento de figuras tenebrosaS COMO pASSOS cOELHO. Espero que as atrocidades da ditadura estejam sempre presentes na memória do povo agentino.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds