Sexta-feira, 17 de Setembro de 2010

Recompensa

 

 

Bush condecorou Uribe com a ordem da Liberdade. Agora é a Universidade de Georgetown, dirigida por jesuítas, que o convida para ser professor catedrático. Uribe rejubila, afinal de contas terá muito que "ensinar", a avaliar pelo seu passado.

Mas a coisa não é pacífica no seio dos jesuítas. Há quem rejeite de todo tal afronta, tal é o caso do Padre Javier Giraldo, que desde os anos 90 vem assumindo e compartilhando a sorte de várias famílias, a maioria parentes e amigos de 342 vítimas dos narcotraficantes da zona de Trujillo, na Colômbia, agricultores expropriados de tudo o que possuíam ou ameaçados de espoliação e morte pelos paramilitares que semearam o terror sob os auspícios de Uribe.

O mesmo padre que com outros três religiosos decidiu ficar no meio do conflito. Ajudou os agricultores a identificar os assassinos e as denunciá-los. Hoje muitos foram condenados outros aguardam julgamento.

Afirma-se ultrajado com o convite da sua Companhia religiosa e desabafa com outro jesuíta, o padre John Dear, S. J., norte-americano, que percorreu muitas zonas de guerra no mundo como activista da paz e chegou a ser preso por opôr-se às políticas pró-guerra do seu país.

Eis o teor da carta que lhe dirigiu:


"Prezado John:

Recebe um fraternal e carinhoso abraço.

Escrevo muito preocupado pelo facto de que na nossa universidade jesuíta de Georgetown tenha vinculado como docente ao ex-presidente da Colômbia, Álvaro Uribe Vélez. Não paro de receber mensagens de pessoas e grupos que sofreram enormemente durante seu governo, que reclamam e questionam a atitude da nossa Companhia ou a sua falta de discernimento ético ao tomar esse tipo de decisão.

É possível que a direcção de Georgetown tenha recebido opiniões positivas de colombianos de altas posições económicas ou políticas, mas é difícil que ignorem ao menos as profundas controvérsias éticas que levantou seu governo e os questionamentos e sanções que recebeu de muitos organismos internacionais que tratam de proteger a dignidade humana. O simples facto de que durante sua carreira política, desde quando era Governador do Departamento de Antioquia (1995-1997) tivesse fundado e protegido tantos grupos paramilitares, chamados eufemisticamente de “Convivir”, que assassinaram e fizeram desaparecer milhares de pessoas e deslocaram multidões cometendo muitas outras atrocidades, implica uma exigência de censura ética para encomendar-lhe qualquer responsabilidade no futuro. Mas não somente continuou patrocinando esses grupos paramilitares, mas os manteve e os complementou com um novo modelo de paramilitarismo legalizado, como são as redes de informantes, as redes de cooperantes e o novo tipo de empresas de segurança privada que envolve vários milhões de civis em actividades militares relacionadas com o conflito armado interno, enquanto mentia à comunidade internacional com uma falsa desativação dos paramilitares.

Além disso, foi escandalosa durante seu governo a prática dos “falsos positivos” que consistia em assassinar civis, principalmente camponeses, e depois de mortos vestirem-nos de combatentes para justificar a sua morte. Com isso pretendia mostrar falsas vitórias militares sobre os rebeldes e eliminar os activistas dos movimentos sociais que lutam pela justiça.

A corrupção durante seu governo foi mais do que escandalosa, não só pela presença de narcotraficantes nos cargos públicos, mas porque o Congresso e muitos cargos de governo foram ocupados por delinquentes. Hoje há mais de cem congressistas envolvidos em processos criminais, todos eles do grupo eleitoral mais próximo do ex-presidente Uribe.

Foi escandalosa a compra de consciências para manipular os aparatos da justiça, o que terminou destruindo, em níveis muito profundos, a consciência moral do país. Também foi escandalosa a corrupção com que seus ministros mais próximos manejaram a política agrária para favorecer os mais ricos com os dinheiros públicos, enquanto impedia e estigmatizava os projectos sociais.

A corrupção dos seus filhos, para se enriquecer às custas das vantagens do poder, escandalizou em seu momento toda a nação. Também utilizou o organismo de segurança que estava directamente sob seu controlo (Departamento Administrativo de Segurança) para espiar mediante controlos telefónicos clandestinos, as Cortes de Justiça, os políticos da oposição, os movimentos sociais e de direitos humanos.

Foram extremamente escandalosos os mecanismos corruptos dos quais se utilizou para conseguir a sua reeleição à Presidência em 2006, o que tem levado ministros e colaboradores próximos ad-portas da cadeia. A manipulação que fez da coordenação entre o Exército e os grupos paramilitares levou a que durante seu período houvesse 14.000 execuções extrajudiciais. Suas estratégias de impunidade para quem desde o Estado ou o Para-estado perpetraram crimes de lesa humanidade, passarão à história por seu atrevimento.

A decisão dos jesuítas de Georgetown de oferecer uma cátedra a Álvaro Uribe, não só ofende profundamente os colombianos que ainda conservam princípios éticos, mas põe em alto risco a formação ética dos jovens que frequentam a nossa universidade em Washington. Onde fica a ética da Companhia de Jesus?

Escrevo estas linhas porque estou certo que compartilhas nossas preocupações e talvez possa fazê-las chegar aos jesuítas de Georgetown e a outros círculos de opinião do teu círculo de simpatizantes pela justiça.

Recebe um forte abraço.

Javier Giraldo Moreno, S. J."

publicado por salvoconduto às 02:45
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De há.dias.assim a 18 de Setembro de 2010 às 01:24
Talvez, em breve, o matem para que não ouse mais ter a coragem de dizer a verdade...
De Pata Negra a 20 de Setembro de 2010 às 22:57
Felizemente que existem jesuítas que são maiores que a própria companhia!
Um abraço aquino

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds