Sexta-feira, 19 de Novembro de 2010

A Caixa é do Sporting?

 

 

É certo e sabido, quando as coisas começam a dar para o torto, inventa-se. Trabalhei lá e sou como o Octávio Machado, sei do que estou a falar...

 

Quando o negócio não vai bem começa a dar a tremedeira a alguns dos responsáveis da CGD. Sempre foi assim. Depressa se passa a falar de pontualidade, dos gastos em toalhetes de papel ou até mesmo do papel higiénico ou outra coisa qualquer, a imaginação é fértil. Tudo menos falar sobre as razões objectivas para os maus resultados obtidos.


Houve uma altura em que uma destas medidas, as dos toalhetes de papel, levou a que no edifício sede na João XXI se decidisse, para poupar diziam eles, mandar fazer os toalhetes em papel que não lembrava a ninguém, áspero e que não absorvia a água, conclusão, gastava-se o triplo do papel na tentativa de secar as mãos, ao mesmo tempo que os responsáveis passavam uma imagem de "dinamismo e de preocupação com a empresa", desviando os holofotes de qualquer coisa verdadeira-mente importante que corresse menos bem.


Lembro-me de uma outra, a do papel higiénico. Passaram a colocar-se os rolos em quantidades diminutas e absurdas. O inevitável aconteceu, sempre que alguém via um rolo logo o palmava e o guardava na gaveta da secretária, não fosse o diabo tecê-las e em caso de necessidade não ter onde limpar o dito, que os dedos não foram feitos para essas coisas...


Recorrente é a questão das gangas, oh minha Nossa Senhora d´Agrela, julguei que nunca mais se voltaria a falar nisto. Até parece que quando entramos numa agência da Caixa deparamos com os seus empregados todos azuizinhos, vestidos de ganga. Pois é, naquela casa, que já foi minha, volta de novo a transmitir-se orientações quanto ao uso das gangas.


Das duas uma, ou algum dos responsáveis é um empedernido "lagarto" que resolveu importar a última directiva que o Sporting pôs cá fora este mês, a propósito do mesmo tema, ou é como eu digo, quando as coisas correm menos bem inventa-se qualquer coisa para entreter ou encanar a perna à rã.

 

É que realmente as coisas por ali não correm muito bem, se nos lembrarmos que ao fim do terceiro trimestre a Caixa poderia não ter apresentado resultados positivos. Salvou a honra com o "negócio" do Fundo de Pensões dos trabalhadores daquele banco, cujo encaixe foi mais ou menos o mesmo que o resultado apresentado.

 

Por que carga de água se tenta pôr sempre travão à livre discussão dos temas que realmente preocupam a quem ali trabalha, como seja os 4 mil milhões encalacrados no BPN, os cortes no salário, a suspensão nas progressões de carreira, o pagamento de trabalho suplementar realizado, a diminuição significativa do valor do Subsidio de Almoço ou até mesmo o corte nas reformas daqueles que lá trabalharam? É que caramba, nem todos ganham o que ganhava Armando Vara e muito menos recebem a reforma de Mira Amaral. Já vai sendo tempo de não confundir banqueiros com bancários. 

 

Deixemo-nos de merdas, o profissionalismo não se mede pela cor da roupa ou pelo tamanho da gravata mas sim pela seriedade e empenho com que se faz o trabalho.

 

Já agora também vos digo que a vida me ensinou, a mim que enquanto ali trabalhei usei também fato e gravata, que os maiores aldrabões usam precisamente fato e gravata e nunca são dados a gangas...

publicado por salvoconduto às 00:10
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De José Costa a 19 de Novembro de 2010 às 00:39
Tenho pouca capacidade para ser original e criativo. Daí ter de recorrer, como faço frequentemente, a uma expressão muito cara ao meu subconsciente, que assenta que nem uma luva a este caso: "Ai os cabrões!".
De Pata Negra a 19 de Novembro de 2010 às 23:40
Reforçando o José Costa:
- E não há ninguém que parta os cornos a estes cabrões?!
Um abraço nato
De hb a 27 de Novembro de 2010 às 21:17
estás doido??? queres que se discutam problemas sérios???? qualquer dia estás a exigir que os governos cumpram os programas eleitorais com que foram eleitos ou que os políticos sejam criminalmente responsabilizados por derrapes orçamentais gigantes, privatizações que prejudicam o Estado ou promiscuidades com amigos em empresas privadas...

andas a ficar maluco :P

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds