Quinta-feira, 17 de Março de 2011

Nuclear? Não, obrigado!

 

 

Foi o próprio Organismo Internacional da Energia Atómica que, durante uma reunião realizada em Tóquio, em 2008, alertou o Japão para o facto de nos últimos 35 anos as normas e os procedimentos de segurança apenas terem sido revistos três vezes, ao mesmo tempo que avisava que aquele país deveria aprender com as experiências recentes.

 

Vinte e cinco anos depois nada se aprendeu com Chernobyl...

 

Convém também lembrar que já em 16 de Julho de 2007 às 10h13m um sismo de magnitude 6.8 na escala de Richter danificou a central nuclear de Kashiwa-Kariwa, no Japão, a maior do mundo, com sete reactores.


No primeiro dia da catástrofe, a Empresa de Electricidade de Tóquio (TEPCO), também proprietária da central de Fukushima, minimizou os danos.


No dia seguinte, no entanto, admitiu que aqueles que desenharam a planta da central não previram que pudesse enfrentar um terramoto dessa magnitude. E assumiu que tinha despejado no mar centenas de litros de água com 60.000 Becquereis (unidade de medida da radioactividade).


Um dia depois a empresa reconheceu que o valor afinal era de 1.300 litros com 90.000 Becquereis …


Se é certo que aquela fuga foi muito pequena se comparada agora com Fukushima a actuação da TEPCO foi elucidativa, tão elucidativa que pouco fez para alterar a situação e depois vem carpir lágrimas de crocodilo, afirmando que não havia nada a fazer contra a mãe-natureza, havia e muito a fazer contra a incompetência humana, contra a avidez do lucro fácil.

publicado por salvoconduto às 00:22
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De justine a 17 de Março de 2011 às 18:02
No que toca às vidas humanas vai-se sempre facilitando...desde que não se belisquem os lucros! Vergonha!!
De Cris Caetano a 18 de Março de 2011 às 00:07
Pois é, enquanto nada acontece tá tudo muito bem, mas depois que acontece... fugimos pra onde?
E o Japão tem uma Defesa Civil de qualidade inigualável, enfim... fico apavorada só em pensar se algo parecido acontecesse na Usina de Angra.

Abreijos

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds