Terça-feira, 26 de Abril de 2011

Ele há coisas do camandro III

 

 

Estão a decorrer eleições presidenciais no Peru, eram cinco candidatos à partida, haverá segunda volta. De um lado Ollanta Humala, candidato apoiado por uma vasta coligação de esquerda que envolve o Partido Nacionalista Peruano, Partido Socialista, Partido Comunista Peruano, Partido Socialista Revolucionário, Movimento Político Voz Socialista, Movimento Político Lima Para Todos, dirigentes populares de diversas organizações sociais, assim como mulheres e homens independentes e várias organizações do movimento indígena.

 

Do outro Keiko Fujimori, filha e herdeira política do ex-ditador Alberto Fujimori que se encontra na choldra por corrupção, enriquecimento ilícito, evasão fiscal e genocídio.

 

Alertei para estas eleições e em particular para estes dois candidatos há cerca de dois anos. Na altura, entre outras coisas, escrevi isto:

 

"Ora aí está, filha de peixe sabe nadar. Keiko Sofia Fujimori, filha do ex-governante do Peru Alberto Fujimori, há pouco tempo julgado e conde-nado, como aqui dei conta, já afirmou publicamente que se for eleita presidente nas eleições de 2011 de imediato indultará o pai.

Há quem considere o indulto tão improvável como impossível e subestime esta declaração, mas tem muitas pernas para andar, primeiro porque Keiko Fujimori, que actualmente ocupa o cargo de congressista, reúne à sua volta apoios que não devem ser desvalorizados, segundo porque se olharmos para os exemplos que dominaram durante décadas aquela região da América Latina, constataremos que a lei Anti-sequestros do ano 2006 e que impede o indulto será por certo aquilo que menos apoquentará a já anunciada candidata. O aviso está feito."

 

Mais tarde já em de Janeiro deste ano voltei ao tema das eleições dando conta do perfil de Ollanta Humala e alertando: "O Peru está a três meses de eleger um novo presidente, só que desta vez as coisas podem ser diferentes."

 

E não é que estão mesmo a ser diferentes? Oh se estão, que o diga Vargas Llosa, o Nobel, que ainda há duas semanas qualificava Ollanta de cancro, ele que idolatrava Friedrich Von Hayek, economista ultraconservador conselheiro de Pinochet no Chile que preconizava que buscar a justiça social é uma atitude que vem das tribos ou das hordas, afirma agora que vai votar nele "sem alegria e com muitos temores", basica-mente para evitar a vitória de Keiko Fujimori, filha do ex-presidente Alberto Fujimori. Aqui confesso que me enganei porque não tinha bem a noção da dimensão do ódio pessoal entre ambos. Vargas Llosa nunca conseguiu ultrapassar a derrota frente a Fujimori nas eleições presiden-ciais de 1990, velhos rancores...

 

Serão eleições difíceis para Ollanta, porque para lá do "episódico Vargas" contará com a forte oposição de direita, de extrema-direita e da hostilidade da comunicação social que sempre o fustigou.

 

No entanto Ollanta e a sua coligação "Gana Peru" devem ter aprendido algo mais durante este tempo e o povo peruano pode não estar disposto a que se abram as celas para que os ladrões, assassinos e torturadores saiam à rua novamente.

 

Ao resultado das sondagens que dão actualmente 42% a Ollanta e 36% a Keiko reagiu a "entourage" de Keiko com o despedimento de dois jornalistas de um canal de televisão por cabo propriedade do grupo Editorial "El Comercio", o mais importante do Peru, por não apoiarem activamente a sua candidata.

 

Patricia Montero, editora-chefe do Canal N (canal de notícias) e José Jara, responsável pelo noticiário “De 6 a 9", foram os primeiros a sentir a pressão dos donos do grupo editorial que já deu frutos porque são já vários os jornalistas que "sentiram necessidade" de vir a público dizer que não apoiam Ollanta, que com ele será o caos.

 

E a procissão ainda vai no adro, a segunda volta é só a 5 de Junho...

publicado por salvoconduto às 00:07
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De justine a 26 de Abril de 2011 às 10:45
És assim como a minha agência oficial sobre a América Latina, mas co notíciais correctas e fidedignas. Confesso que não estava informada sobre a situação das eleições no Peru.
Obrigada.
(Curioso a 2ª volta ser a 5 de Junho...)
De joao henrique a 26 de Abril de 2011 às 19:53
Obrigado por este Post .

Estas são as notícias que os nossos meios de comunicação nunca passam.

Um abraço.
De Samuel a 27 de Abril de 2011 às 01:04
Serviço público. Muito bem!

Abraço.

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds