Sexta-feira, 30 de Setembro de 2011

Faite vous jeux

 

 

O jogo continua viciado, o ás de copas não quer nada com o xadrez, volta para casa até ser apreciado mais um interminável recurso.

 

O cidadão eleitor assiste feliz, quem sabe possa ter oportunidade de votar nele mais uma vez.

 

À mesma hora um duque de espadas verá confirmada a prisão por ter roubado um iogurte no supermercado, enquanto o às de paus se esconde sorrateiramente na manga do rei de ouros.

 

Passo.

publicado por salvoconduto às 23:37
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Póquer de ases

 

 

Isaltino foi de cana, vai ter que cumprir dois os anos de prisão a que foi condenado. A PJ anda assoberbada, depois de prender um cidadão americano que andava há quarenta anos foragido engavetou agora Isaltino. Não sei se esta actividade da PJ veio para ficar ou se é apenas mais um fogacho de circunstância.

 

Pelo sim pelo não Dias Loureiro e Duarte Lima que se cuidem. Até Oliveira e Costa mesmo com pulseira electrónica não está garantido, bem vistas as coisas o lugar dos criminosos é na prisão e caramba, são precisos quatro para jogar a sueca.

 

Isaltino, Dias Loureiro, Duarte Lima e Oliveira e Costa poderão recordar ali as respectivas carreiras desde que foram lançados pelo PSD, quem sabe até escrever um livro e perguntar pelos "outros". Ia sugerir o título de "bando dos quatro", mas está muito batido e o bando não é assim tão pequeno. Vou aqui puxar pelos neurónios e se encontrar algum título sugestivo enviá-lo-ei por correio electrónico para a São Caetano à Lapa, de lá com certeza lhe farão chegar a mensagem. Caramba vocês também podiam dar uma ajudinha…


Pelo rumo que isto toma não me admiraria se conseguissem formar uma equipa de futebol. Quem tem que se pôr a pau são os gangues organizados no interior da prisão. Têm mais um a disputar o espaço nos negócios internos. Eles que se precatem, a escola deste é enorme e as referências que por certo levará para os guardas prisionais são de peso.

 

publicado por salvoconduto às 00:01
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quinta-feira, 29 de Setembro de 2011

Sim abelha

 

 

O jornal nacional da SIC das 20 horas de ontem dedicou, vá-se lá saber porquê e para quê, uns bons minutos a dar conta de que há funcionários públicos que continuam a antecipar a reforma.


Lá foram entrevistando alguns que apresentavam um traço comum, estavam fartos de tanta afronta e enxovalho e por isso mesmo resolve-ram mandar tudo às urtigas, as respectivas profissões deixaram de ser atractivas depois de quase serem linchados na praça pública pelo anterior governo e a que este se apressa a dar continuidade. Fizeram-no mas pagaram pesadas penalizações no montante das reformas.


As reacções a essa reportagem, sinal de que a mesma chegou ao destinatário, não se fizeram esperar. Ah e tal, foram para a reforma com cinquenta e tal anos e ainda por cima levaram de 1.800 a 2.000 euros. Assim se espraiam alguns blogers da nossa praça. Não se contêm, dizem-se escandalizados, "como é que o país há-de ir para a frente" e mais uma série de considerações que não tenho pachorra para reproduzir.


Depois de ler três ou quatro começou a dar-me aquela azia do costume e vá-se lá saber também porquê lembrei-me da nossa presidenta, atenção que só temos uma, da Assembleia da República, que depois de 9 (nove) anos no Tribunal Constitucional passou à reserva com 41 (quarenta e um) aninhos e com uma pensão de 464 contos, que na moeda corrente corresponde a 2.314 euros, acima das reformas daqueles que alguns blogers se apressaram a invectivar e muito distante dos trinta e muitos anos que todos levavam de profissão e descontos.


É claro que isto não passa na SIC e se algum dia passasse seria lá para as três da manhã e com rodinha vermelha...

 

publicado por salvoconduto às 01:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 26 de Setembro de 2011

A crise financeira na Rússia

 

 

Cada país, cada povo, cada pessoa tem o seu modo peculiar de encarar a crise e também a tem relativamente à forma como a discute, que o digam Alexandre Lebedev e Serguei Polonsky, ambos são multimilionários russos que fizeram fortuna pela via mais simples, a mafiosa.


Participavam num debate no canal da televisão Russa NTV. Aí ficou uma amostragem dos métodos que os conduziram à fortuna.


O mais "valentão", Alexandre Lebedev, tem um currículo invejável, formou com Gorbatchov em 2008 o Partido Democrático Independente, é detentor de 30% da companhia aérea Aeroflot, 44% da "Ilyushin Co Finanzas" uma das maiores construtoras de aviões e partes significativas da Sberbank, Gazprom, United Energy System.

 

É dono do jornal russo Novaya Gazeta, mas também dos jornais britânicos London Evening Standard, The Independent, Independent on Sunday e a companhia Evening Press Corporation, para lá de uma ampla carteira de propriedades que inclui uma cadeia de hotéis em toda a Europa.

 

Claro que tudo isto foi obtido com o suor do seu rosto, melhor dizendo, das suas mãos, que no início da ascensão tiveram de apertar muitas vezes o gatilho.


Mas atenção, que não seja ingrato, deve muito a Gorbatchov...

 

publicado por salvoconduto às 22:44
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Domingo, 25 de Setembro de 2011

As mãos de Policarpo

 

 

Há poucos dias Dom Januário, o capelão das forças armadas, veio a público tecer sensatas palavras de apoio aos mais desfavorecidos e lançando críticas para o interior da igreja. Não tive dúvidas do destinatário, Dom José Policarpo, o chefe da igreja católica em Portugal.

 

Agora é a vez deste, através do JN, vir a terreiro deixar claro que quem conduz os destinos da igreja é ele e só ele, reiterando os "princípios e causas" que defende, usando sofismas que por certo leu nas muitas oratórias de Cerejeira: Ninguém sai da política "com as mãos limpas", assim declara Policarpo.


Dom José Policarpo sabe do que fala, tal como Cerejeira vive de mãos dadas com esse lado da política e conhece-lhe bem os meandros que tanto lhe sujam as mãos.


Diz Policarpo que não se mete em política mas não faz outra coisa do que sucessivas coligações com o diabo para enaltecer o papel da troika e chamar os crentes a cumprir os respectivos mandamentos.


"Se nós colaborarmos todos, o próprio Governo encontrará soluções mais adaptadas" assim afirma ele para mais à frente acrescentar: "O Governo tem uma tarefa muito difícil. Tem um protocolo internacional para cumprir. A sua margem é muito limitada e a margem é de dentro das medidas necessárias escolher aquelas que vão mais ao encontro da pessoa humana", claro Dom José, é mesmo isso, aquelas que vão ao encontro dos mais ricos que aos pobres até lhes roubaram a condição humana, exactamente a mesma coisa que vossa senhoria faz com o seu rebanho.


Sei que há quem lhe beije a mão, eu nem sequer lha apertava com medo de ficar com a minha também suja, distância Dom José, distância, continue a apertar as mãos àqueles que lhe sujam as suas.

 

publicado por salvoconduto às 19:24
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 24 de Setembro de 2011

Os bons de Benghazi

 

 

Barack Hussein Obama, Saddam Hussein, Yam Kadafi e Aden Kadafi, Muammar Kadafi. Terão estes nomes algo em comum para lá do mero nome? Nada, absolutamente nada.

 

Yam Kadafi, 20 meses de idade e Aden Kadafi, apenas três semanas, foram barbaramente assassinadas, por aqueles a quem o ocidente chama de paladinos da liberdade na Líbia, pelo simples facto de carregarem o nome Kadafi, comum a outros milhares de pessoas da mesma tribo. Não têm nenhuma relação de parentesco próxima ou afastada com Muammar Kadafi.


Foram assassinadas perto de um aeroporto onde os pais tentavam chegar e dali escapar para Londres onde residem.


Há entretanto quem diga que a culpa é de Kadafi. Se por acaso alguém se lembrar de acertar o passo a Obama também dirão que a culpa é de Saddam? Não seja por isso.

 

publicado por salvoconduto às 00:01
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 22 de Setembro de 2011

Às vezes acontece destas coisas

 

 

Menos vezes do que seria espectável mas acontece, um tribunal egípcio decidiu ontem renacionalizar três empresas. São elas a têxtil Shebin al-Kom Textile, a petrolífera Tanta Flax and Oil Company e a produtora de gás Al-Nasr Steam Boilers, todas elas privatizadas ilegalmente durante o regime de Hosni Mubarak.

 

O preço de compra das três empresas aquando da privatização represen-tou apenas uma fracção muito pequena do seu valor real. Não é em vão que se usa a expressão "negócio das arábias".


Para além do regresso das empresas ao sector público é também o regresso dos trabalhadores despedidos.


Por cá o caminho é inverso e tudo aponta que assistiremos a outros negócios das arábias, as empresas públicas a privatizar serão vendidas ao preço da uva mijona, isto já para não falar das habituais trapaças que envolve este tipo de negócio.

 

Como disse Carvalho da Silva estamos perante um roubo organizado, até que um dia tenhamos de novo a nossa Praça Tahir, fomos dóceis a ajustar contas. Para quando uma segunda oportunidade?

 

publicado por salvoconduto às 23:12
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Not yet

 

 

 

Ainda não foi executado, a poucos minutos da hora marcada o Supremo ordenou que se atrasasse a execução. Não foi aceite nenhuma apelação apenas um adiamento, não se sabe se por minutos, horas ou dias.

 

A opinião pública mundial não cessa de se manifestar enquanto o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, diz que Barack Obama não vai a interferir no caso, pese embora as inúmeras solicitações que recebeu relacionadas com as dúvidas sobre a culpabilidade de Troy Davis.
 
"Não é apropriado para um presidente dos Estados Unidos intervir em casos como este", assim declarou o porta-voz. Claro que não, estivesse isto a acontecer noutro local, em qualquer um país do chamado "eixo do mal" e já tínhamos assistido em directo e a cores a um daqueles empolgantes discursos que Obama tanto gosta de proferir...

 

 

Adenda:

 

Três horas, foi quanto demorou a farsa. Troy Davis foi executado.

 

publicado por salvoconduto às 02:56
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 21 de Setembro de 2011

A hora do carrasco

 

 

Confirmou-se, Troy Davis, de que falei no post anterior, vai ser mesmo executado. Assim decidiu o Tribunal de Perdões do Estado da Geórgia, fazendo vista grossa às evidências que demonstram que este caso mete água por todos os lados, recusando mesmo dar qualquer explicação.

 

O caso é de tal maneira sujo que até um acérrimo defensor da pena de morte veio a público defender que não se desse cumprimento à execução já que o caso estava todo ele eivado de irregularidades e falsidades, nem mais nem menos do que William Sessions ex-director do FBI que conhece o sistema e o caso por dentro.

 

Como ontem referi, naquelas paragens o mais importante é que haja para cada crime uma condenação, a hipótese de esta recair sobre um inocente é caso menor.

 

À hora da execução os verdadeiros carrascos brindarão à continuação da pena de morte e do sistema judicial norte-americano.

 

 

publicado por salvoconduto às 00:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 20 de Setembro de 2011

Quando é mais importante condenar alguém do que fazer justiça...

 

 

Escrevi sobre o caso Troy Davis em Agosto de 2008. Está marcada para amanhã a sua execução pese embora as evidências que demonstram a existência de dúvidas profundas sobre a justeza da sentença e da possível crueldade de enviar alguém para a morte porque há quem considere que é preferível a existência de um inocente condenado do que um crime sem condenação.

 

É assim o sistema de justiça nas terras do Tio Sam, as aparências por ali têm mais força do que a necessidade de apurar a verdade. Quem quiser ficar a conhecer o caso pode ler o post que então aqui coloquei.


A coisa é de tal modo absurda que Jimmy Carter e até o próprio papa Benedicto XVI intervieram no sentido de evitar que se cometa tamanho erro judicial. Igualmente a Amnistia Internacional, a União Europeia e inúmeras organizações humanitárias.

 

Não é só a pena de morte que está em causa é algo mais, é também o próprio sistema de justiça dos EUA, são também vinte anos, o tempo que a família de Troy Davis leva em luta pela reabertura do processo conhecidas que são as evidências até agora apuradas.

 

O último recurso foi entregue, amanhã saberemos o destino de Troy Davis.

 

publicado por salvoconduto às 00:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds