Sexta-feira, 25 de Novembro de 2011

O Manel, a greve e a gramática

 

 

Não é só nas ideias é também na escrita que José Manuel Fernandes, que já foi director do jornal onde continua a escrever, se atrapalha.

 

Tomem lá dois exemplos retirados do seu post sobre a greve que tanto o incomodou, sob o título "Felizmente há uma explicação…":

 

"...os 'indignados' – foram apanhados a tirar garrafas de cerveja aos polícias, nem sequer foi possível defender que ali é que estava o caminho alternativo à rotina sindical. Que lástima…"

 

"...Felizmente há uma explicação: o povo que não fez greve afinal queria ter fazido greve, mas teve medo. Só um país aterrorizado, depreende-se, é que face a tantas malfeitorias, não começou ainda a protagonizar tumultos “à grega”."

 

 

Os sublinhados são da minha responsabilidade e até aceito que no primeiro exemplo o Zé Manel não quisesse pôr os indignados a roubar as bejecas aos polícias, o diabo do teclado já deve estar cansado de tanta parvoíce e às vezes encolhe-se, acredito.


Já no segundo exemplo, mesmo que o Manel diga que "felizmente há uma explicação", a coisa é mais difícil de aceitar, ter substituído feito por fazido só mesmo alguém que fez a primária muito à pressa ou faltou às aulas a maior parte do tempo. Não, dessa não culpo o teclado, inclino-me mais para o fel que destilava sobre a greve, subiu-lhe à cabeça, amareleceu-lhe a vista e toldou-lhe o raciocínio, mas mesmo assim teimou em escrever.


José Manuel Fernandes numa coisa tem razão, que lástima ver um jornalista escrever desta maneira. Eu sei, eu sei que haverá quem esteja com vontade de me lembrar "quem nunca errou que atire a primeira pedra" mas convenhamos o JMF é a personificação do erro. Terá mesmo nascido de um coito interrompido, um dos dois que o geraram queria ter "fazido" greve, estava apenas a cumprir os serviços "mínimos", vai uma aposta?

publicado por salvoconduto às 23:26
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De cbo a 26 de Novembro de 2011 às 18:47
Jornalista e director de um jornal de referência. Mas vale a pena lembrar que o tio Belmiro lhe tirou o tapete no momento em que ele abusou da "carta branca" que lhe tinha sido concedida para atacar Sócrates por causa do (não) negócio da PT...
Quanto à escrita dele, é igual ao pensamento.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds