Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2012

É anjinha é, mas tem asinhas pretas

 

 

É claro como a água que esta gente é escolhida pela convicção e firmeza com que fazem determinadas afirmações. "Não paga a renda? Rua!" No minuto seguinte. Assim se expressa Helena Garrido. Já quando toca a um empresário levar meses a fio sem pagar os salários tudo isso é compreen-sível e os trabalhadores que exigem o que é seu para alimentar as bocas que têm lá em casa e também para pagar a renda de casa ao senhorio, que na opinião da Leninha não pode atrasar-se um dia que seja, são uns insuportáveis oportunistas que vivem à custa do dinheiro investido.

 

Nesta matéria o Jornal de Negócios está bem servido, no fundo no fundo é de "negócios" que eles por ali tratam, o lugar como comentadores nos canais televisivos garante uns dinheirinhos extra, só é preciso seguir a música a compasso e estar atento à batuta do "maestro".

 

Quer lá saber Helena Garrido do drama de um qualquer inquilino que nem tem dinheiro nesse mês para comer porque o patrão não lhe pagou o ordenado. Rua! Sem apelo nem agravo. Já o patrão deve ter tido um motivo muito forte para se atrasar.

 

Controlam todas as empresas públicas, tribunais, os três órgãos do poder, presidência, governo, parlamento e têm gente desta a cobrir-lhe os flancos na comunicação social, foi assim que o outro governou durante quarenta e oito anos, gente como esta ajudou-o e muito...

 

Helena Garrido tem uma dimensão moral à escala da sua dimensão física, toda a compreensão para Alexandre Soares Santos da Jerónimo Martins, mínima para quem sofre as agruras desta crise. Diz a senhora que a economia como tudo reage a estímulos, será mais ou menos isso que me leva a reagir aos comentários da senhora que até se diz aparentada com o Bloco de Esquerda, o que seria se o não fosse...

 

publicado por salvoconduto às 02:04
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De fernando samuel a 13 de Janeiro de 2012 às 16:53
Apesar de tudo no tempo do fascismo havia muitos jornalistas que conseguiam furar a censura e, nas entrelinhas, iam dizendo coisas... Agora, se há por aí algum, não se nota...

Um abraço.
De daciano jose a 14 de Janeiro de 2012 às 03:53
esta constatação não consegue encaixar-se na minha capacidade de entendimento:
esta gente cada vez vende menos jornais. a quebra, acabo de conferir pelos últimos dados divulgados, é persistente, generalizada pelos diversos títulos; alguns deles não foram ainda extintos tão somente por vis razões estratégicas do Grupo a que pertencem.
os leitores afastam-se desta gente. ligam-lhes cada vez menos. seduzem uma franja de leitores progressivamente emagrecida. contribuem para a falência ou pre-falência dos jornais onde laboram.
entretano -e por que carga ou cargas de água- esta tendência é proporcionalmente inversa à da sua aparição nos ecrãs?
porque para o pagode sai mais barato vê-los que lê-los?
porque vendo se adquire o privilégio de nos safarmos deles por via do zapping gratuito?
(é certo que se perde o ganho de uma folha do jornal para embrulhar as tripas do carapau ...)

por que será?

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds