Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2012

Chegou a vez da Ford sentar o cu no mocho

 

Não surpreende que uma multinacional como a Ford esteja implicada nos crimes da ditadura argentina surpreende isso sim vê-la a contas com a justiça argentina. Não surpreenderá se for absolvida, são esperadas as habituais pressões do governo do Tio Sam, da acusação porém já não se livram o que em si só já é um acto digno de registo e uma mensagem clara de um país que até há bem pouco tempo era apenas uma parcela da coutada de Washington na América-Latina.

 

Não foram poucos os sindicalistas e membros da Comissão de Trabalha-dores daquela empresa que pagaram com a vida e a tortura o desempe-nho dessas funções, nisso colaboraram activamente a ditadura e a administração da empresa na Argentina.

 

Um sobrevivente recordou há poucos dias as palavras proferidas pelo então presidente da Ford Argentina, o chileno Nicolás Enrique Courad, para justificar o campo de tortura e extermínio em que aquela empresa se transformou:

 

"Enfrentávamos um desafio. Havia-se iniciado um processo, uma mudança de sistemas, uma alteração de filosofia integral. Havia que mudar a mentalidade. Havia que tomar uma decisão empresarial e, com os nossos actos e procedimentos, demonstrámos qual era essa decisão".

 

Assim se instalou ao lado do terrorismo de Estado o terrorismo empresa-rial, multiplicaram-se os sequestros, as torturas e os desaparecimentos, até o campo de jogos da empresa foi transformado em centro de detenção.

 

A acusação contra a Ford baseia-se no caso do empresário alemão Friedrich Flicke, que em 1947 foi condenado a sete anos de prisão por colaborar com o III Reich. Veremos como se vai desenrolar e acabar este.

publicado por salvoconduto às 03:34
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Pata Negra a 7 de Dezembro de 2012 às 19:39
Sentar o cu no mocho é pouco! Os bancos onde estes gajos se sentam não deviam de ser mochos! Deviam picar que nem cornos!
Um abraço justo e sem enfeites
De Justine a 10 de Dezembro de 2012 às 18:13
haverá ainda alguma instituição de justiça do lado dos injustiçados? Começo a duvidar...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds