Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009

O 'Auschwitz' da ditadura argentina

Não foi só na Europa que existiram ou existem campos de concentração, também em África, no Médio Oriente e na América Latina. Desta última vou quedar-me sobre um que existiu na Argentina conhecido como Escola Mecânica da Armada (ESMA) e que o governo daquele país pretende transformar no primeiro centro internacional de Direitos Humanos.

Por esse inferno, o maior centro de torturas e extermínio da 'guerra suja', desfilaram 4.500 guerrilheiros e opositores políticos. Terminaram embarcando nos 'voos da morte', ou seja, foram lançados vivos e nus para a noite do Atlântico desde aviões militares.

Só sobreviveu uma centena de sequestrados. Mas a Cecília, que estava grávida e a outras prisioneiras em igual situação, os carrascos permitiram-lhes certos 'privilégios': estar sem canga e sem grilhetas, embora não a salvo das torturas.

Os carrascos diziam que às mulheres grávidas as mantinham com vida porque ideologicamente condenavam o aborto.

Alimentavam-nas e até lhes traziam roupas. Permitiam que elas escrevessem cartas aos seus familiares, que nunca chegariam ao destino.

Nesse 'Auschwitz argentino', Cecília deu à luz filho, fruto de sua relação com Hugo Penino, também sequestrado. O casal quis que se chamasse Javier e confiou que os carrascos o entregariam à avó. Mas a jovem criatura foi apropriada como 'despojo de guerra' por um repressor.

De Cecilia e Hugo nunca mais se soube, integram a lista de 30.000 desaparecidos na ditadura. Por sua vez, Javier deu-se conta aos 21 anos, navegando na Internet, que não era filho do capitão de navio Jorge Vildoza, voltou a Buenos Aires e recuperou a verdadeira identidade.

Pelo menos outras 14 prisioneiras grávidas deram à luz na ESMA e nenhuma sobreviveu. Depois de assassinar as mães, os auto-denominados 'cavaleiros do mar' da Armada argentina repartiam os bebés como se fossem cachorros órfãos.

Hoje o cenário do horror que foi a ESMA, um prédio de 17 hectares no centro de Buenos Aries, está vazio de militares. Só o habitam os fantasmas das vítimas e ali funciona o Centro Cultural da Memória 'Haroldo Conti', escritor desaparecido.

Há poucos dias, o director geral da UNESCO, Koichiro Matsuura, e a presidenta da Argentina, Cristina Fernandez de Kirchner, celebraram um acordo para ali erigir o "Primeiro Centro Internacional de Promoção e Protecção dos Direitos Humanos", que contará com o apoio daquele organismo internacional e que será uma ferramenta para a construção da memória.

Por cá em local semelhante a este constrói-se um condomínio fechado...

 

 

Fonte: El Mundo

publicado por salvoconduto às 20:44
link do post | comentar | favorito
19 comentários:
De Si a 18 de Fevereiro de 2009 às 22:00
Por todas as razões e mais uma, que o Salvo conhece, este post fez-me um arrepio profundo na espinha, ao constatar a minha ignorância nesta parte da História da Argentina.
O ser humano consegue sempre mostrar o pior de si, mesmo quando pensámos que já tínhamos visto tudo.
De Suzette a 18 de Fevereiro de 2009 às 22:03
O maior campo de concentração do mundo localiza-se em Gaza e tem mais de um milhão e meio de presos.
De toulixado a 18 de Fevereiro de 2009 às 22:41
Alguns dos responsáveis estão agora a ser julgados, a maioria porém ainda deve estar a rir-se.
De hb a 18 de Fevereiro de 2009 às 23:17
Tem piada como pouco se fala dos campos de concentração para onde os Norte-Americanos mandaram 120 mil pessoas de etnia japonesa (emigrantes e mesmo os de cidadania norte-americana) durante a Segunda Guerra Mundial. Não eram campos de férias.

Na televisão não se vê muito. É dos EUA e de Israel.
De Viana a 18 de Fevereiro de 2009 às 23:24
Tanta mãe da Praça de Maio ainda à procura dos seus filhos, à procura de justiça!
De patti a 18 de Fevereiro de 2009 às 23:48
Ai Salvo, mal leio, campos de concentração, mulheres grávidas, bebés e etc...desisto logo. Não consigo.
Que horror, como são estas atrocidades possíveis?
De Carlão a 19 de Fevereiro de 2009 às 00:36
Como será descobrir que o seu pai assassinou o seu verdadeiro pai?
De anamar a 19 de Fevereiro de 2009 às 01:15
Obrigada pela lição, e pelo lembrete!!!
De Bluevelvet a 19 de Fevereiro de 2009 às 01:37
Que horror.
Sabia do lançamento dos aviões mas não sabia dos bébés.
Confesso que não sei muito desta parte da história da Argentina.
O ser humano no seu pior.
Abreijinhos
De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2009 às 02:16
Olha que há gente que não deve saber que o local a que te referes é sede da PIDE na Rua António Maria Cardoso em Lisboa, também ela palco de torturas. Por cá faz-se tudo para apagar a memória.

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Cá se fazem cá se pagam

. Eles aí estão

. Está o caldo entornado...

. O gesto é tudo

. E a Ucrânia ali tão perto...

. De capa e batina

. Subscrevo

. Gorduras do estado

. Curtas

. Podias andar de Clio? Pod...

.arquivos

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.subscrever feeds