17 comentários:
De hb a 13 de Dezembro de 2009 às 21:46
Oh pah.. a segunda coisa que fiz a seguir a me rir qdo vi a notícia foi pensar em ti e agora ia te mandar um mail para falar do caso... mas passei cá antes e vi que já estavas em cima do acontecimento...

hj é um dia alegre... não tem sido a batalha campal ontem em Olhão e o fim de semana estava a correr muito bem... o que vale é que também temos o recreativo de alvalade para nos animar ;)

abraço
hb
De Si a 13 de Dezembro de 2009 às 22:33
Ó Salvo, que desilusão!
Então não é que eu tinha pedido ao Pai Natal para lhe pôr no sapatinho um daqueles bonequinhos vudu berlusconiano para se ir entretendo e descarregando esse mau feitio???
E agora?
Que fazer?
Bem, lá vou eu pedir para trocar por um chaimite de controlo remoto, daqueles que enviam mísseis anti-USA ;D
De maria a 13 de Dezembro de 2009 às 22:42
Acredito que não tenhas sido tu, mas confessa que gostavas...

:)
De violeta a 13 de Dezembro de 2009 às 22:44
Sei que não devia escrever tal coisa: mas que bem feito!
Fiquei logo com ideias para importar o sucedido.
tantos murros que daria...
Boa semana
De cbo a 13 de Dezembro de 2009 às 23:04
Chamem-me o que quiser, mas gostava mesmo era de um desfecho mais emocionante.
Agora, claro, bem à portuguesa, os italianos vão te muita pena dele.
De toulixado a 14 de Dezembro de 2009 às 02:44
Dizem que o agressor estava há dez anos em tratamento psiquiátrico. Ao que parece, finalmente curou-se...
De tapadas a 14 de Dezembro de 2009 às 08:13
Que grande murro! Assim vale a pena! Agora senhor Berlusconi já ficou a saber como é que elas mordem. Pode continuar a brincar com tudo e todos, como tem vindo impunemente a fazer. Pode ir gozando, sempre bem acompanhado claro, as delicias da sua mansão na Sardenha. Mas ontem... levou mesmo p'ra contar!
De Lúcia a 14 de Dezembro de 2009 às 14:16
Sei que foste! Ou pelo menos, o autor moral! Nem isso?!
bahhh...

beijitos
De Pedro Oliveira a 14 de Dezembro de 2009 às 14:37
Não sei não....heheheheh!
abraço e boa semana
De o puma a 14 de Dezembro de 2009 às 21:36

Pena foi ser atingido

por um deficiente

Comentar post