Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

04
Abr10

Tocou a reunir...

salvoconduto

 

 

 

Ah e tal, pedofilia também existe noutros sectores da sociedade... Existe, existe mas não é a mesma coisa. Nos outros sectores da sociedade quando apanhados são julgados e condenados. Na igreja ficam-se por um simples pedido de perdão.

De repente grande parte dos blogs de direita passou a usar esse argumento. Declarando-se ofendidos pelas críticas acabam por defender os actos de pedofilia praticados por sacerdotes por esse mundo fora.

Uns chegam mesmo a afirmar que está montada uma teia que visa apenas a destituição de Ratzinguer, outros vão mais longe e afirmam que se pretende a destruição da igreja. Com essa actuação mais não fazem do que vestir o hábito e fazer o monge à sua própria dimensão. Estou esclarecido.

Julgava eu que para os católicos estes actos seriam passíveis de redobrada condenação, porque ignóbeis, porque praticados na própria casa e em tudo contrários à doutrina que supostamente deveriam defender. Enganei-me, redondamente, pelo que leio. Talvez por aqui se entenda como foi possível esconder casos e casos durante dezenas ou centenas de anos.

Silenciaram-se as vítimas, ameaçaram-se as testemunhas, tudo em nome da "fé". Mas nos dias que correm a tarefa torna-se mais difícil. O volume de casos atingiu tal dimensão que não há mais forma de silenciá-los, por muito que isso desgoste alguns desses blogers. Em vez de exigirem a expulsão do sacerdócio e a prisão daqueles que praticaram os crimes vêm agora tentar que as vozes indignadas se calem.

O toque a reunir aí está, a direita mais retrógrada avança como avançaram os cruzados ou a inquisição. O governo italiano decidiu punir o magistrado Pietro Forno por declarar à imprensa que as hierarquias eclesiásticas encobrem os padres responsáveis por actos de pedofilia acusando-o de difamação.

O pregador da Casa Pontifícia, o franciscano Raniero Cantalamessa, a única pessoa autorizada a pregar em nome do Papa, comparou as críticas ao comportamento da Igreja católica pelos crimes de pedofilia à "violência colectiva" sofrida pelos Judeus.

Em gesto de desagravo bispos latinos publicam uma carta na qual expressam a sua solidariedade ao Pontífice "unindo-se a ele na oração" contra os "infiéis".

Estranha esta igreja que se fecha sobre si mesma procurando negar a realidade, a terra deixou outra vez de ser redonda...

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D