Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

23
Set10

Em 15 dias muito se joga II

salvoconduto

 

 

 

Sobre a Venezuela deixei alguns dados no post anterior, sobre o Brasil limito-me a trazer aqui os indicadores recebidos hoje mesmo em newsletter do insuspeito "O Globo", o mesmo jornal que de mão dada com a revista "Veja" desanca permanentemente em Lula da Silva e Dilma Rousseff e promove José Serra:

 

O mercado de trabalho brasileiro registou em Agosto queda recorde no desemprego e a renda bateu o maior patamar desde o início da série, em 2002. A taxa de desocupação nas seis principais regiões do país atingiu 6,7% no mês de Agosto, inferior à taxa de 6,9% registada em Julho, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira.

No confronto com Agosto do ano passado (8,1%), a taxa é 1,4 ponto percentual menor.

A população ocupada somou 22,135 milhões de pessoas em Agosto, alta de 0,5% sobre Julho e avanço de 3,2% contra igual mês do ano passado.

O número de desocupados totalizou 1,600 milhão, queda de 2,6% na comparação mensal e recuo de 15,3% na anual.

A média de Janeiro a Agosto da taxa de desocupação, foi estimada em 7,2%, registando decréscimo de 1,3 ponto percentual em comparação com idêntico período do ano passado (8,5%).

O rendimento médio do trabalhador brasileiro ficou em R$ 1.472,10 em agosto, maior alta dos últimos oito anos e que representa alta mensal de 1,4% e elevação anual de 5,5%.

Na média dos oito primeiros meses, a renda também alcançou patamar recorde, a R$ 1.429,21.

O rendimento médio real dos trabalhadores na análise regional, em relação a Julho, cresceu em Recife (4,4%), Salvador (3,3%), Rio de Janeiro (2,5%) e em São Paulo e Porto Alegre (0,7%). Ocorreu estabilidade em Belo Horizonte. Frente a Agosto do ano passado todas as regiões tiveram alta: Recife (17,5%), Salvador (7,7%), Belo Horizonte (6,6%), Rio de Janeiro (5,7%), São Paulo (3,8%) e Porto Alegre (6,4%).

O número de trabalhadores com carteira de trabalho assinada no sector privado (10,2 milhões) subiu 0,4% em relação a Julho e, em relação a Agosto do ano passado, cresceu 7,2%, representando um adicional de 685 mil postos de trabalho com carteira assinada nesse período.

A massa de rendimento médio real dos ocupados, (R$ 32,9 bilhões) em Agosto de 2010, ficou 1,8% maior do que a registada em Julho. Em relação a Agosto do ano passado, a massa cresceu 8,8%.

A massa de rendimento médio real efectivo dos ocupados (R$ 32, 5 bilhões em Julho de 2010) cresceu 1,6% no mês (Junho) e 9,2% em relação a Julho de 2009.
 

Isto tudo em cenário de crise internacional. Digam-me lá se não está muita coisa em jogo nas presidenciais no Brasil?

Será desta que elegerão uma mulher para o mais alto cargo da nação? Depois de um metalúrgico será agora a vez de uma "terrorista/assaltante de bancos"?

 

Não resisto a deixar aqui este vídeo que de certeza vos fará sorrir, há ironias do catano...

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D