Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

11
Jun08

Meti os papéis

salvoconduto

 

 

Finalmente decidi-me meti os papéis! 42 anos e meio a trabuquir é muito tempo! Logo agora que uns senhores que se "interessam" muito por nós acordaram, em Bruxelas, que o número de horas de trabalho semanais pode ascender às 65! Pela minha parte podem esperar sentados... A partir de 1 de Julho vida nova!

09
Jun08

Sem demora

salvoconduto

 

D. Manuel da Silva Martins in NM

 

 

Sou, sem querer, mais uma voz a juntar-se à de tantos e tantos 

portugueses que vivem mergulhados num grande desânimo quanto ao presente e num grande medo quanto ao futuro. Estes sentires vão se manifestando um pouco por tudo quanto é sítio e será muito desejável que se lhes acuda a tempo.
 

Portugal anda muito maldisposto, Portugal está zangado, Portugal não pode esperar mais: os portugueses precisam de trabalho justamente remunerado, precisam de pão na sua mesa, precisam de ver respeitados os seus direitos enganados de saúde, de justiça, de educação, de segurança.
 

Os responsáveis deste país que ouçam com atenção e humildade os clamores dos cidadãos que lhes confiaram a sua sorte, não tenham em segunda conta ou em conta nenhuma os avisos dos experimentados, atentem bem naquilo que nos dizem de fora - União Europeia - e naquilo que nos dizem cá dentro, como por exemplo, Mário Soares e Presidente da República.
 

Espantam-nos, a sério, os dois mundos que se vão construindo em Portugal: o mundo lá de cima, dos ultra-ricos e ultra-remunerados, e o mundo cá de baixo, dos pobres e ultra-pobres. Até já os da faixa do meio sentem o terreno a fugir-lhes.
 

Tenho passado a minha vida nesta luta, quantas vezes gritando que a fome é má companhia e má conselheira.
 

Com todos os meus concidadãos, desejo ardentemente que Portugal viva: com  pão, com  trabalho, com dignidade,  com sonho, com futuro. E continuo a acreditar firmemente que todos juntos podemos e vamos construir um Portugal assim.
 

Sócrates diz que não se impressiona, D. Manuel, nem com 200.000. Despreza manifestações e números, mas eu acredito que vamos dar a volta a isto e construir esse Portugal melhor. Pode acreditar D. Manuel!

08
Jun08

Cai o rei?

salvoconduto

   O que seria de  nós. 

 

Mesmo agora, ao ler o Samuel, veio-me à memória uma notícia que li ontem, algures, que estamos em risco de ficar sem rei.
Não querem lá saber que anda para aí um queixinhas a dizer que Duarte Pio não é português,e até apresentou queixa em tribunal? Garanto-vos que isto não fica assim, nem que seja preciso fazer o que fizemos ao Deco e ao Pepe, naturalizamo-lo! Da nossa selecção é que ele não sai. Não viram hoje os frutos que já colhemos por o Pepe ser português? (que golaço!)

Era o que faltava, o que seria de nós, sem Duarte Pio?

06
Jun08

Só queria entender

salvoconduto
 
Dirigentes socialistas da CGTP abandonaram manifestação
Uma palavra de ordem pedindo a demissão de Sócrates - «Está na hora deste Governo se ir embora» - levou a que a tendência socialista da CGTP abandonasse a manifestação desta tarde na Avenida. (Ler aqui)
 
É caso para perguntar: o que estão a fazer na CGTP?
Não deveriam estar a pugnar por um outro governo verdadeiramente socialista? Ainda têm esperarança neste, depois de 3 anos de tropelias?
E  aqui uma outra pergunta emerge, estão na CGTP para defender o os ineteresses de classe dos trabalhadores que representam? Longe de mim colocar todos os representantes daquela tendência no mesmo saco como também me parece que este frissom surge agora que este governo  está em baixo e forças ditas "abomináveis como o PCP e BE" têm aumentado as suas margens de intenção de voto, que em alguns parece ser a verdadeira preocupação.

 

Não seria tambén estranho que tentassem retirar o brilho desta manif com a prestimosa colaboração de certa comunicação social. No entanto os números são de tal modo grandiosos que o seu espaço de manobra para minar a CGTP é um pouco parco.

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D