Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

14
Ago11

A hipocrisia é o imposto que o vício paga à virtude

salvoconduto

 

 

 

Por Eduardo Galeano


"O muro de Berlim era a notícia de cada dia. De manhã à noite, líamos, víamos, escutávamos: o muro da vergonha, o muro da Infâmia, a cortina de ferro...

 

Por fim, esse muro, que merecia cair, caiu. Mas outros muros brotaram, continuam a brotar, no mundo, e embora sejam muito maiores que o de Berlim, deles pouco se fala ou nada.

 

Pouco se fala do muro que os Estados Unidos construíram na fronteira mexicana, e pouco é dito sobre as cercas de Ceuta e Melilla.

 

Quase ninguém fala do Muro da Cisjordânia, que perpetua a ocupação israelita de terras palestinianas e que em breve estará 15 vezes mais comprido do que o Muro de Berlim.

 

E nada, nada de nada, se fala do Muro de Marrocos, que desde há 20 anos perpetua a ocupação marroquina do Sahara Ocidental. Este muro, minado de ponta a ponta e de ponta a ponta vigiado por milhares de soldados, mede 60 vezes mais do que o Muro de Berlim.

 

Por que há muros tão altissonantes e muros tão mudos? Será por causa dos muros da incomunicação, que os grandes meios da comunicação constroem em cada dia?

 

Em Julho de 2004, o Tribunal Internacional de Justiça de Haia sentenciou que o Muro da Cisjordânia violava o direito internacional e mandou que fosse demolido. Até agora, Israel não se inteirou.

 

Em Outubro de 1975, o mesmo tribunal havia decidido: "Não é estabeleci-da a existência de quaisquer laços de soberania entre o Sahara Ocidental e Marrocos". Será curto se dissermos que Marrocos ficou surdo. Foi pior, no dia seguinte a esta resolução iniciou a invasão, a chamada Marcha Verde, e pouco depois apoderou-se a sangue e fogo dessas vastas terras alheias e expulsou a maioria da população.”


Há quem diga que não são muros, mas apenas vedações…

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D