Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

15
Nov11

Cheira mal? Foi o Pereira!

salvoconduto

 

 

Reconheço que limpar a merda dos outros não deve ser tarefa fácil, que o digam Teresa Caeiro ou Carlos Alberto Amorim. Um na RTP Informação a outra na SIC Notícias, levavam como missão limpar a bosta que o ministro Álvaro Pereira derramara em pleno parlamento, acabaram por fazer mais merda.

 

Na RTP Informação num frente a frente com um tal de Laranjeira o Carlinhos metia a pata na merda, escorregava e afirmava que não era só em Portugal que as coisas estavam a derrapar e dava como exemplo a Grécia, Irlanda, Espanha, Itália e a Alemanha, logo ele que enquanto não sentara a bunda no Parlamento não se cansava de afirmar que a crise era apenas nacional, o que levou o tal de Laranjeira a levar os dedos ao nariz e a apontar-lhe para a sola do sapato.


Por sua vez, na SIC Notícias no frente a frente com Bernardino Soares, Teresa Caeiro afirmava a Mário Crespo que estava ali de faxina, que só lhe interessava limpar a dita. Crespo que normalmente até alinha pelas hostes da Teresa não deixou de lhe fazer o reparo que estava a dar cabo da merda do programa. Ai é? Pois então temos merda, passe o meu tempo pró Bernardino que eu não falo mais, só cá vim por causa dela, rematou a Trezinha.


Também por que raio é que o Crespo se haveria de lembrar de incluir no programa aquela merda dos deputados que legislam ao mesmo tempo que exercem em escritórios de advogados?


A tarefa de limpeza vai ter no entanto que prosseguir já que também o Secretário de Estado do Emprego, Pedro Silva Martins, fez merda ao afirmar que "em termos relativos, o salário mínimo não é realmente baixo em Portugal". Eu cá sei onde o mandava…

 

À cautela, vou ter por perto um spray ambientador, aconselho-vos a trazer sempre no bolso um maço de lenços de papel, é que com tanta “limpeza” os rolos de papel higiénico tendem a escassear e desculpem a conversa de merda mas que é que eu hei-de fazer, quanto mais nela mexem mais mal ela cheira, valia mais terem ficado quietos, disfarçando de fininho.

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D