Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

22
Nov11

Também o Egipto ainda é o que era

salvoconduto

 

 

É muito difícil a uma revolução sobreviver se não romper definitivamente com o passado, é a história que o demonstra à exaustão. Tarde ou cedo aqueles que não expiaram os seus crimes voltarão em força com a violência que os caracteriza. Algum dia, para seu bem, as forças progressistas terão que se convencer que não é com os paninhos quentes das amnistias serôdias ou com as inquinadas "reconciliações" que será possível instalar a verdadeira democracia.

 

Substituir o ditador pelo seu mais fiel rafeiro é coisa que só ao diabo lembra. Colocar à frente dos destinos do Egipto aquele que foi ministro da defesa desde 1991 é completa cegueira, é veneno para a própria revolução, nem o facto de os EUA apostarem tudo nele os fez desconfiar, o resultado está à vista dezenas de mortos, centenas de feridos, volta a dura repressão e o sonho da Praça Tahrir ameaça escapar-se como areia por entre os dedos das mãos. Razão tinha eu quando em 12 de Fevereiro escrevi que Mubarak tinha caído mas o regime não mudara. A polícia que semeou a morte no início da revolução volta agora intocável à mesma praça matando novamente. A estratégia do rafeiro de Mubarak, Mohamed Tantaui, chefe do Conselho Supremo das Forças Armadas, é velha, ou ele e o exército ou o caos.

 
Por cá tivemos algo semelhante quando Spínola quis tomar o poder pela força, falhado o 28 de Setembro e a sua maioria silenciosa tentou de novo em 11 de Março. Valeu-nos aqueles militares que estavam ao lado do povo, valeu-nos determinação de não deixar morrer Abril. Mas cá como lá não julgámos a maioria dos criminosos, cá como lá eles estão de volta a reclamar o que sempre consideraram "seu". Cá como lá desistir seria condenar o futuro, cá na greve geral lá na Praça Tahrir, a mesma luta.

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D