Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

06
Jan12

Em noite de reis, com o rei na barriga

salvoconduto

 

 

Sei de antemão que vão fazer-me o reparo de que eu tenho os meus ódiozinhos de estimação, claro que os tenho, mas deixem dizer-me uma coisa, tarde ou cedo eles serão também os vossos. Dois deles já foram de vela, Sílvio Berlusconi e Álvaro Uribe, mas nunca fiando que é gente para voltar. Dizem-me alguns amigos que desenvolvi um outro, este mais caseiro, e que não valeria a pena perder um minuto com ele. Que é que eu vos hei-de dizer, tiram-me do sério as figurinhas rasteirinhas e visco-sas, Mário Crespo tem os dois requisitos.

 

Prosseguiu hoje a sua cruzada contra as greves, dispõe de uma hora em canal nacional, utiliza-o até ao último minuto, uma vez mais malhou e convidou a malhar sobre as greves dos transportes. Teresa Caeiro não se fez rogada, sem saber muito bem o que dizia lá ia afirmando que o Crespo tinha toda a razão e lembrou que é "hora de mobilização geral de todos os cidadãos". Tenho quase a certeza que deve ter passado o fim de ano na companhia de Alexandre Soares dos Santos, da Jerónimo Martins, devem ter rido à gargalhada, entre o champanhe e o charuto, por isso é que a senhorita está gorda e avacalhada, depois vêm com a desculpa dos filhos, vai lá vai, tão pequeninos e já arcam com os desvarios da mãe.

 

E lá continuava ela agitando grotescamente as mãos, "estas greves são gravosas", como se houvesse alguma que o não fosse, desde logo para os trabalhadores que as fazem e que as pagam do seu bolso.

 

Ternurinha mesmo foi ver Mário Crespo afirmar que não se pode "negociar" com tamanha proliferação sindical, logo esta gente que mais do que ninguém a incentivou.

 

Já me esquecia de dizer que estava outra figurinha presente, Alberto Martins ex-ministro da Justiça, que a medo, meio envergonhado, quase que pedindo desculpa pelo que ia dizer, lá ia gaguejando que as coisas não eram bem assim e que já tinha reunido com sectores onde havia muitos sindicatos. Mal feito fora, oh Alberto, ajudaste a criá-los e depois deixava-los à porta?

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D