Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

15
Fev12

Roubaram metade do frango

salvoconduto

 

 

Está na calha malhar nos trabalhadores do Banco de Portugal, enquanto se malhar neles não se fala nos "BMs" a 129.245 euros cada um dos membros do Tribunal Constitucional, do motorista do Relvas que ganha ordenado de gerente bancário, na enorme prole de especialistas que enchem os gabinetes de ministros e secretários de estado, muito menos das excepções abertas por Passos Coelho para os administradores da CGD, TAP, RTP, CTT, Empordef e centros hospitalares. Até ele veio publicamente queixar-se em tempo de crise que ganha pouco, para logo acrescentar que não se queixa, tem lata o nosso primeiro, "eu não me queixo, mas que ganho mal lá isso ganho", sim abelha...

 

É no meio disto tudo que ando à procura da minha parte do frango, estou farto que se sentem à minha mesa, se alambazem com o frango inteiro e depois venha o prosa que se alambazou dizer-me que os dois comemos um frango inteiro.

 

É o que acontece com o jornal "i" que se tem aprimorado neste tipo de notícias e estatísticas. Deu-lhe agora para destacar em título de primeira página que os trabalhadores do banco de Portugal ganham mais 1.500 euros que os seus pares do sector privado. Esmiuçando-se a notícia, logo no primeiro parágrafo começa a descobrir-se a marosca.

 

Metem no saco dos privados a Caixa Geral de Depósitos que levou uma talhada nos salários, mas dá jeito para a questão do frango ou meio frango...

De seguida acabam por confessar que naqueles cálculos meteram tudo, salários de administradores, directores, mordomias destes, vencimentos, subsídios, contribuições fiscais e outros encargos, como assistência médica ou prémios, aquilo às tantas já não é galinha é peru, embebedado pela certa, tal como o jornalista que desarrancou tamanho artigo.

 

Quase quase no final, talvez julgando que o pessoal não lê o artigo até ao fim, lá vai acrescentando que o salário do Governador do Banco de Portugal é cerca de 70 mil euros superior ao que aufere o presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos.

 

É mesmo isso, juntem a minha reforma à do Mira Amaral, dividam ao meio e depois venham dizer-me que eu tenho uma reforma dourada...

 

Precavendo-me dos invejosos do costume que por certo irão lembrar-me que os trabalhadores do Banco de Portugal não sofreram o corte dos subsídios elucido-os que a banca privada também não, sorte a deles, não me queixo, queixo-me é de me terem cortado a minha parte do frango.

 

Vá lá deixem-se de merdas, sejam menos invejosos, mais honestos nos artigos que escrevem mandem o frango cá a casa que eu tenho o espeto à espera e sei muito bem onde lhe meter o piripiri…

 

Se não tiverem frango pode ser coelho, sai igualmente daqui com o espeto e piripiri.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D