Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

25
Set08

E se todos os governos agissem desta maneira?

salvoconduto

O presidente do Equador, Rafael Correa, ordenou o embargo dos bens da empresa brasileira Odebrecht e proibiu que os empresários deixassem o país.

Correa ordenou a militarização imediata das obras que estão sob responsabilidade da Odebrecht, entre elas uma outra hidroeléctrica, uma auto-estrada e um aeroporto.

O governo equatoriano exige o pagamento de uma indemnização por parte da empresa devido a falhas no funcionamento e da posterior paralisação da central hidroeléctrica San Francisco, construída pela empreiteira.

De acordo com o governo, a hidroeléctrica apresentou falhas e deixou de funcionar alguns meses depois de serem concluídas as obras. É a segunda maior do país e sua paralisação coloca em risco o abastecimento de energia no Equador.

O Estado equatoriano exige da firma brasileira o pagamento pelas perdas geradas pela paralisação da central eléctrica, assim como a reparação dos danos o mais rápido possível.

"Estou cheio da Odebrecht; quanto mais cavo mais lama encontro", ressaltou. "Estes senhores foram corruptos e corruptores; compraram funcionários do Estado. O que está a ser feito é um assalto ao país".

Segundo Correa, a Odebrecht, que tem um longo histórico de construções no país, é investigada no Equador por suposta corrupção, pois assegurou que 

Assim, está a renegociar também os contratos com as empresas estrangeiras que extraem petróleo e exploram as minas equatorianas. Há alguns dias, persuadiu a companhia estatal brasileira Petrobras a abandonar uma exploração petrolífera na selva do Amazonas pelo impacto ecológico do projecto.

É deste país da américa-latina que vem o exemplo de como lidar com este tipo de empresas e empresários.

13 comentários

Comentar post

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D