Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

01
Fev13

Ataque de raiva?

salvoconduto

 

 

Camilo Lourenço está nas lonas, o homem espuma, já alguém alvitrou que aquilo é esgana, ataques epilépticos não podem ser, curou-os cedo quando começou a andar de joelhos e foi a Fátima, a não ser esgana o mais parecido que vi com tamanhos esgares e espuma foi um cão com uma encefalite que teve de ser abatido na Sociedade Protectora dos Animais.

 

É como vos digo, o bicho está assim desde que assistiu à cerimónia solene de abertura do ano judicial, engasgou, tossiu, espumou com o discurso do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça na última quarta-feira.

 

Noronha do Nascimento criticou os ordenados dos assessores políticos, a quem acusou de se tornarem máquinas políticas alimentadas a dinheiro. "Percebe-se, assim, que assessores ministeriais com vinte e poucos anos de idade ganhem o que fará inveja a juízes de tribunais superiores e muito mais a qualquer juiz de comarca”, "os tribunais em nada contribuíram para a “crise que vivemos” mas sentem-na “na pele” com a “enxurrada de acções de dívida".

 

Não se ficaram por aqui as directas e indirectas perante os olhos raiados da ministra da Justiça, do Presidente da República e duma vasta e selecta audiência.

 

Foi dose, já antes Marinho Pinto, que como se sabe cai de amores por Paula Teixeira da Cruz malhara a bom malhar nas hostes laranja terminando o seu discurso declamando inflamadamente  Ary dos Santos.

 

A palidez de alguns rostos prenunciava mesmo algumas idas precipitadas ao WC, no caso do Camilo a coisa chegou a atingir foros de alguma gravidade, espolinhado no chão o Camilo entrava em convulsões ao mesmo tempo que espumava pela boca, um tratou logo de lhe sacar a língua para fora não fosse cortá-la com tamanhas convulsões, “não tires não tires” gritava uma, “quando a cortar dá-ma que eu leu levo para o meu gato”, uma outra magistrada que via a amiga dirigir-se a Camilo gritava também em tom alarmante: “Cuidado Sofia! Não te chegues a ele que poder ser raiva, um outro que já estava quase dobrado sobre Camilo perante tão lancinante grito dá um salto para trás ao mesmo tempo que exclama: “Raiva? Oh diabo, dá-se-lhe já uma paulada, foi assim que os meus pais me ensinaram em pequenino, lançar uma peça de roupa qualquer para ele a abocanhar e de imediato dar-lhe uma paulada bem no meio da cabeça, que não, gritava agora uma outra que ainda há bem pouco assinara uma petição para a defesa do cão que matara uma criança, “ponha-se-lhe um açaime que ele assim já não faz mal a ninguém e poupa-se o bichinho”.

 

Pelos vistos alguém terá chamado o INEM que também atarantados e de tanto ouvir os presentes gritar que era a raiva o levaram para o Hospital Veterinário da Laranjeiras em vez de o levar para o Hospital de São José.

 

Camilo já está recomposto, vai devagarinho, volta a escrever no Jornal de Negócios uma crónica a que não tenho acesso, é só para pagantes, mas cujo título é: "Noronha redigiu o programa do PCP?" seguido de uma das frases de Noronha que tanto transtornou Camilo Lourenço, atirando-o mesmo ao tapete: "A crise duradoura (…) leva a caminhos fáceis que passam por esmagar os débeis e moribundos e negociar a salvação dos príncipes".

 

Foi esta que o tramou, a partir daí de pouco se lembra até à altura em que já mais calmo e depois de medicado no hospital veterinário lhe retiraram a camisa-de-força e o açaime.


Vai com calma Camilo, umas canjinhas de galinha e vais ver que isso passa, não te esqueças de tomar a medicação toda, homem de Deus!

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D