Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

21
Fev13

Soam as trombetas

salvoconduto

 

 

Sentindo a terra fugir-lhes debaixo dos pés sopram as cornetas, tocam os sinos, enviam SMS, toca a reunir, toca a defender o governo seja a que preço for, ainda há muito para roubar.

 

O primeiro a dar a cara foi António Barreto, já está habituado a dá-la por tuta e meia, até pelo vinho do Pingo Doce. De repente a "democracia", a "liberdade de expressão" voltou a estar em causa. Estava tudo bem até começarem a chamar gatuno a Relvas e a cantar-lhe a "Grândola Vila Morena" nas trombas. Alto e pára o baile que é um atentado à democra-cia, pelo menos como ela é entendida pela corja que dirige os destinos do país. Até são capazes de reconhecer ao povo o direito à indignação, mas em casa, ordeiramente, sem dar nas vistas e longe dos holofotes das tele-visões que lhes servem para enganar os incautos.


São estes os tiques que os denunciam, começam a estar verdadeiramente impacientes, a coisa começa a ficar preta, enredaram-se na meada neoli-beral e já nem os nós conseguem dar direito.


Depois do mastim de Relvas ter tentado sem sucesso ferrar os dentes naqueles que apupavam o "ilustre doutor" é agora a vez de Luís Montenegro, timoneiro da bancada laranja, fazer o seu papel, subiu à tribuna do Parlamento para defender igualmente Relvas, também ele sabe que quando aquele cair cai o governo, o efeito dominó far-se-á sentir de imediato. Fê-lo com tal "convicção" que até reclamou que a "Grândola" também é dele, dele e do CDS, fez questão de salientar, logo ele que quando o obrigaram a pôr um cravo ao peito pela primeira vez no Parla-mento quase chegou a ir parar ao hospital tal a taquicardia provocada pelo raio do cravo, tinha logo que ser vermelho...


Ah valente! Ainda te a hei-de ouvir cantar à boa maneira de Relvas, entretanto enquanto não aprendes a letra o melhor mesmo é assobiares, ninguém nota, ainda te aconselharia a cantar o hino do teu partido mas mesmo esse é capaz de te provocar novamente taquicardia.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D