Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

07
Abr13

De contorcionista a bombeiro de serviço

salvoconduto

 

 

Desde sexta-feira que o homem não vai à cama, José Gomes Ferreira ficou de serviço permanente desde que foi anunciado o chumbo do OE, já participou em mesas redondas, rectangulares, ovais e até mesmo quadra-das, em todas elas espeta o dedo ameaçando que aqueles que agora se regozijam com o chumbo cedo irão pagar a curta alegria, isto ia tudo bem enquanto eram os funcionários públicos e os reformados a chegarem-se à frente, não tem piada nenhuma se o governo resolver mexer nos impos-tos, assim vai perorando, mesa após mesa, hora após hora, ao mesmo tempo que sistematicamente vai apalpando o bolso do casaco para ver se ainda lá tem a carteira. Deve já ter uma conta calada de telemóvel, tem passado as horas a convidar comparsas para lhe dar uma mão até porque entende não ter graça nenhuma estar ali sozinho alapado a fazer toda a despesa. Não há alternativa, não se cansa de acentuar, devem ser os do costume a pagar a factura se não não tem piada nenhuma e quando lhe apareceu um desmiolado a lembrar-lhe a carga fiscal dos países nórdicos que por vezes tanto enaltece logo cortou cerce a conversa, isso não pode acontecer em Portugal, ao mesmo tempo que instintivamente levava mais uma vez a mão ao bolso interior do casaco.


Fico preocupado, claro que fico preocupado, não sei se o homem chegou a almoçar ou jantar, está visto não é de ferro, faz-me lembrar os desgraçados dos bombeiros que combatem o fogo horas e horas seguidas não tendo tempo sequer para cochilar uns minutos, não haverá por aí perto uma alma caridosa que lhe leve umas sandes e um copo de leite com mel? É que o raio da garganta também já deve estar a acusar o cansaço, vá lá, cheguem-se á frente, é neste momentos que se mostra a verdadeira solidariedade, também lhe podem levar um frasquinho de amoníaco, as bolas de naftalinas já sei que estão esgotadas, snifando ajuda, são os halterofilistas que o garantem e a empreitada que ele tem pela frente é mesmo de peso.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D