Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

10
Jul13

Onda de calor

salvoconduto

 

 

Decididamente Portas não se dá com o calor, depois da trapalhada toda em torno da demissão do governo voltou em sede de comissão parlamen-tar a demonstrar que os seus neurónios se não estão esturricados andam por lá perto. Justificou-se naquela comissão que negou o sobrevoo de território português ao presidente de um país com quem mantém relações diplomáticas porque não queria importar um problema.

 

Numa altura em que Portugal precisa como de pão para a boca de diversificar os mercados das transacções comerciais, nomeadamente para África e para a América Latina, ainda há bem pouco tempo vimos esta espécie rastejante no funeral de Hugo Chavez, na tomada de posse de Nicolas Maduro da Venezuela e mais recentemente a vender "magalhães" no México.

 

Paulo Portas é uma criatura completa, não olha a meios para atingir os fins, mesmo que esses meios sejam uma facada nas costas do amigo ou a lambedela na mão de Barack Obama. O mau no meio disto tudo é que a Procuradoria-Geral da República não avança como seria sua obrigação na instauração de um processo-crime por danos contra o Estado, já deveria ter acontecido com os submarinos razões acrescidas para o fazer desta vez.

 

Este execrável episódio não deixará de ter sérias repercussões para a diplomacia económica portuguesa, Paulo Portas mais do que ninguém sabe disso já que é, foi, ou continuará a ser Ministro dos Negócios Estrangeiros, já vai sendo tempo de alguém ser responsabilizado criminal-mente pelos danos causados ao país. Vale e Azevedo por muito menos cumpre dez anos na prisão da Carregueira, mas que se saiba é o único criminoso de colarinho branco que está atrás das grades.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D