Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

18
Jan09

A dor de um pai palestiniano, em directo na televisão israelita

salvoconduto

Esta será talvez a imagem mais marcante desta guerra, a mais desumana e a mais humana também: nesta cena, em directo na televisão israelita, ao telefone, um médico palestiniano grita a sua dor porque as suas filhas acabam de ser mortas por um obus israelita.

 

 

No Fígaro, Delphine Menoui reconta a história:

"Izz el-Deen Aboul Aish é um médico conhecido dos espectadores israelitas. Este ginecologista palestiniano, que fala perfeitamente o hebreu, exerce alternadamente a medicina num hospital de Telavive e na Faixa de Gaza, onde vive a sua família. Aquando no início dos bombardeamentos encontrava-se em Gaza. Porque o  acesso dos jornalistas está estreitamente controlado, foi solicitado pelos media israelitas para testemunhar as condições de vida no local".

 

Mas quando o telefone o chamou, sexta-feira, em hora de grande audiência, não foi mais o testemunho que estava em linha, mas um pai despedaçado pela dor da morte das suas filhas, e que implora a Deus. O jornalista deixa-o falar, tenta acalmá-lo, prometendo-lhe uma ambulância (que chegou demasiado tarde), e, visivelmente chocado, emudecido, prefere deixar o painel com o telemóvel ainda ligado, a interromper a corrente de soluços daquele homem.

Não são muitas as vezes que um país pode assistir assim ao impacto humano das suas próprias armas, das suas acções sobre o "outro" campo, de maneira humana e não a fria estatística. Pode não ter alterado as escolhas políticas, mas os israelitas não esquecerão facilmente Izz el-Deen Aboul Aish e as suas lágrimas.

 

Nota: o vídeo tem legendas em inglês, se não aparecerem, para activá-las, depois de o vídeo se iniar, clique no pequeno triângulo situado na parte inferior direita, clique em "CC" e depois em "turn on captions"

 

Fonte: Rue89

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D