Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

16
Mar09

será desta?

salvoconduto

 

 

Apesar de ter ganho as eleições legislativas de Janeiro de 2009 a Frente Farabundo Marti, como aqui dei conta, não conseguiu alcançar o governo uma vez que o partido de extrema direita Arena conseguiu efectuar uma coligação e assim continuar no poder de El Salvador.

Mas a história parece continuar a mudar. O povo salvadorenho acorreu ontem às urnas para eleger o novo presidente da república numa jornada em que a alta participação foi a nota dominante. Os primeiros resultados oficiais anunciados pelo Tribunal Supremo Electoral (TSE) coincidem em assinalar, da mesma forma que as quatro sondagens realizadas à boca das urnas, que Maurício Funes, o candidato da esquerda salvadorenha que representa a Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional (FMLN), será o sucessor do actual presidente, Elías Antonio Saca.

"É a hora da mudança. Estamos cansados deste governo, Promete coisas mas cada vez há mais ricos e cada vez mais pobres", explica Reina Cano, de 22 anos, sobre a situação no seu país. "Funes vai ser diferente. Sempre foi honrado".

A FMLN mostrava-se preocupada com a transparência destas eleições uma vez que pairava, e paira, no ar a ameaça de fraude.

El Salvador tem cerca de 5 milhões e 800 mil habitantes. Estavam registados para votar cerca de 4 milhões e 337 mil habitantes. Esta quantidade de eleitores, num país com a demografia de El Salvador, só é possível se o “padrão eleitoral” incluir mortos, eleitores fantasmas e eleitores com mais de um registo.

Nas recentes eleições de Janeiro, bem como nos últimos dias, constatou-se um fluxo de “eleitores” vindos de países vizinhos, para votar, com documentos falsos, na eleição de El Salvador. Igualmente muitos empresários reuniram-se com os seus trabalhadores e disseram que registassem com as máquinas fotográficas dos telemóveis o seu voto; quem votasse em Funes e na FMLN, seria demitido.

A FMLN tem possibilidades reais de ganhar as eleições frente ao partido no poder, ARENA, a fazer fé nestes primeiros resultados e assim bater o candidato do ARENA, Rodrigo Avila, ex-chefe da polícia nacional, que admitiu publicamente ter morto rebeldes de esquerda durante o conflito interno que sacudiu o país, que vitimou 75.000 pessoas, e que mostrou a sua admiração pelo criador dos esquadrões da morte, que foi também fundador do partido.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D