Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Salvo-conduto

A erva daninha cresce todos os dias

A erva daninha cresce todos os dias

Salvo-conduto

28
Abr09

Campanha negra, na Venezuela

salvoconduto

Sosseguem que as campanhas negras não são património exclusivo cá do burgo. Também na Venezuela, Manuel Rosales, alcaide de Maracaibo e candidato opositor derrotado por Chávez nas eleições presidenciais de 2006, pediu asilo político no Peru depois de permanecer várias semanas fugido da justiça, em paradeiro desconhecido, e se diz vítima de uma campanha negra.

Rosales, político da "velha guarda" que procede dos restos da IV República e do clientelismo político, é acusado de enriquecimento ilícito durante o tempo em que esteve como governador de Zulia. O líder do partido social-cristão "Um Novo Tempo" não conseguiu rebater as acusações da auditoria patrimonial e não pode demonstrar como adquiriu sete vivendas, um centro comercial e a RT International Group, empresa a quem entregou, 31 milhões de dólares.

Nas investigações promovidas pela Procuradoria, destacam-se a evasão fiscal de um prémio da lotaria (oito milhões de dólares), compra de mansões nos Estados Unidos, depósito ilegal de divisas no estrangeiro e doação fraudulenta de 200 veículos durante os anos em que esteve à frente da governação de Zulia.

Trata-se de acusações de peso, que poderiam levar Rosales à prisão durante dez anos. Mas o seu futuro imediato está acautelado por Alan Garcia, o presidente peruano que já lhe concedeu asilo contrariando o pedido da Interpol e de quem aqui também já tenho falado, ele também um político à moda "antiga".

Por cá a justiça funciona de outra maneira. Já viram alguém a ser acusado por enriquecimento ilícito? O centrão encarrega-se de cuidar que assim continue a ser.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    salvoconduto 10.05.2009

    Meu caro joão,

    Não creio que a actividade de apanhar pintassilgos seja legal. Também teria dificuldade em descrever-lhe a construção da esparrela. Só ao perto daria para lhe ensinar, embora o método fosse simples, constituido por uma vareta de guarda chuva, um cordel fino e dois pauzinhos devidamente entalhados. O pintassilgo ao pousar num desses paus com a pressão da vareta em arco ficava com uma, às vezes até as duas patas presas no cordel. Lamento não poder ajudá-lo e muito menos com o raio do vizinho que você tem, a precisar esse sim de uma esparrela apropriada...
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2013
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2012
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2011
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2010
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2009
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2008
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D